Qual a diferença entre chip M2M e banda larga?

M2M Banda

A transformação digital mudou – e continuará mudando – nossa rotina, de tal forma que é praticamente impossível pensar nas múltiplas tarefas que realizamos diariamente sem o uso de recursos tecnológicos. 

E entre tantas tecnologias, o M2M (ou Machine-to-Machine) e a banda larga ocupam papel importante por gerarem oportunidade de negócio e serem soluções essenciais para a comunicação e gestão de dados das empresas.

Mas, existe alguma relação entre a tecnologia chamada M2M e a rápida conexão à internet, denominada banda larga? De que maneira essas duas tecnologias estão relacionadas? 

Neste artigo vamos responder a essas e outras questões. Siga na leitura e saiba mais!

Um pouco mais sobre a banda larga

O serviço de Internet de banda larga é a forma de acesso mais usada atualmente, sendo caracterizada por ter alta velocidade (igual ou superior a 128 kbps), de modo ininterrupto e sem usar a linha telefônica.

Ela está disponível de modos diferentes, entre eles:

 DSL (Digital Subscriber Line): faz sua conexão através de uma linha telefônica normal, mas sem afetar a mesma, assim, você navega pela internet e fala no telefone ao mesmo tempo. A velocidade da conexão DSL varia conforme a distância da estação de comutação - mais lenta quanto mais longe você estiver e mais rápida, quando estiver mais perto da estação de comutação. Esse fator, portanto, é decisivo ao escolher entre uma linha DSL e uma conexão a cabo.

  • Cabo: A conexão de banda larga a cabo é fornecida pelo provedor local de TV a cabo. Neste caso, a velocidade da conexão à internet varia de acordo com o número de usuários no serviço em um momento específico. Isso porque usuários de uma mesma área geográfica, compartilham a largura de banda da conexão. Assim, quanto mais usuários, menor a velocidade – em horários de pico a velocidade costuma ficar menor, por exemplo.

  • Fibra ótica: este serviço de banda larga é considerado de boa qualidade e tem preços que concorrem com os dois tipos anteriores, porém, esbarra na demora da instalação do cabo de fibra ótica. 

  • Wi-Fi: alternativa sem fio (wireless), onde o sinal é recebido pelo modem e distribuído pelo mesmo equipamento, em um raio limitado a alguns metros.

  • WiMax: versão evoluída do Wi-Fi, tem longo alcance de sinal, cobrindo um raio de grandes quilômetros.

  • Satélite: o mais lento entre os serviços de banda larga. Também possui custos de instalação altos, ainda que os encargos mensais sejam competitivos. 

Vale ressaltar que as definições e velocidades mínimas da banda larga não são as mesmas em todos os países, mas as vantagens são basicamente iguais. Entre elas podemos destacar, claro, conexão direta, ágil e constante, disponível 24x7x365. 

Isso significa que você pode usar a internet para trabalhar e, ao mesmo tempo, baixar arquivos de música, fotos ou vídeos. Vale lembrar que, com a pandemia provocada pelo novo coronavírus, o home office tornou-se uma saída para manter as atividades organizacionais e os empregos e, mais do que nunca, a banda larga passou a ser essencial.

Por dentro da tecnologia M2M

M2M significa Machine-to-Machine (ou em bom português, literalmente, “Máquina para Máquina”) e pode ser definido, de modo simplificado, como a tecnologia que permite a comunicação entre dois equipamentos.

Integrando recursos de computação, esses objetos físicos podem capturar dados sobre o mundo ao seu redor e compartilhá-los com outros dispositivos conectados, criando uma rede inteligente de sistemas que facilita a gestão de dados e o monitoramento dessas informações em tempo real.

Em outras palavras, as máquinas podem se comunicar e compartilhar informações sem a necessidade de interação humana. Alguns processos demorados ou repetitivos podem ser automatizados, deixando as pessoas disponíveis para iniciar atividades mais estratégicas e trabalhar de modo mais produtivo.  

Não é surpresa constatar que a tecnologia M2M (Machine-to-Machine) é uma das que mais crescem no mundo, fornecendo soluções para organizações de vários segmentos e portes e gerando oportunidades de negócio para a área de telecomunicações.

Os principais recursos da tecnologia M2M incluem baixo consumo de energia; controle de tempo, significando que os dados só podem ser enviados ou recebidos em períodos predeterminados específicos; disparadores específicos de localização que alertam ou ativam dispositivos quando eles entram em áreas características. 

Tecnologia M2M e banda larga: existe diferença?

O mundo está conectado e derrubou barreiras graças ao surgimento da internet que permite a comunicação, transmissão, armazenamento e gestão de dados.

Enquanto a banda larga – que revolucionou e agilizou as conexões - é utilizada para acessar a internet, a tecnologia M2M vai além, permitindo que dispositivos se conectem sem a necessidade de interferência ou assistência manual humana.

Ao usar um celular, por exemplo, para enviar uma mensagem, assistir a um vídeo ou baixar músicas, é o usuário quem dá os comandos para obter o desejado. Se não houver esse comando, o celular sozinho não tomará a iniciativa de buscar ou enviar qualquer informação. 

Da mesma forma, no Brasil, máquinas de cartão de crédito ou caixas eletrônicos não são considerados M2M uma vez que é necessário a digitação da senha e os comandos do usuário para conseguir o serviço desejado.

Já a tecnologia M2M pode ser usada, por exemplo, para cuidar de uma estação de tratamento de água, espalhando sensores para detectar anomalias em sua condição.

Aplicações práticas da tecnologia M2M

Por suas características, a tecnologia M2M colabora com a melhoria de processos. Veja a seguir algumas aplicações Machine-to-Machine.

Gerenciamento de Inventário

Os produtos são marcados com etiquetas RFID capazes de enviar sinais para os computadores, alertando (no caso de loja física) casos de tentativa de roubo. Também ajudam a manter um controle de produtos vendidos online e controlar estoques, evitando que haja falta ou excesso de produtos.

Telemedicina

A telemedicina, mais do que nunca, entrou na pauta da saúde, tendo em vista a liberação desse tipo de serviço pelo Ministério da Saúde, por conta da pandemia provocada pela Covid-19. 

Portanto, a aplicação das comunicações M2M na telemedicina é muito bem-vinda. Pacientes cardíacos se beneficiam usando dispositivos especiais que monitoram sua frequência cardíaca, tendo esses dados enviados para o dispositivo implantado que, por sua vez, envia choques ao paciente para corrigir quaisquer ritmos errantes no batimento cardíaco.

Sistema Bancário

Outra área que pode fazer uso do M2M. Tendo em vista o aumento do mercado de smartphones, as pessoas estão utilizando cada vez mais os seus dispositivos móveis em compras e pagamentos. Ao depositar, transferir dinheiro para outras contas ou até sacar valores, a tecnologia Machine-to-Machine (M2M) mantém o sistema móvel conectado ao sistema central do banco, atualizando a transação móvel nos registros conforme eles ocorrem – e no momento em que ocorrem. 

Além disso, a tecnologia M2M permite que os bancos monitorem o dinheiro disponível nos caixas eletrônicos e os problemas técnicos que estão enfrentando, tomando as providências necessárias para evitar ou corrigir falhas – muito mais agilidade e praticidade!

Smart Cities

O trânsito pode se beneficiar do uso da comunicação M2M, coletando dados relacionados à velocidade e volume do tráfego com a ajuda de vários sensores e enviando essas informações aos computadores que controlam os dispositivos, como sinais e luzes. As câmeras instaladas nos sinais de trânsito também coletam dados sobre os veículos que não seguem as regras de trânsito e enviam fotos para o software, que emite multas para os infratores.

A tecnologia M2M pode, também, ser usada para aumentar a eficiência energética, controlando a iluminação e mantendo as lâmpadas apagadas durante o dia ou quando não houver presença de pessoas - entre outras vantagens existentes nas cidades inteligentes.

Agrobusiness

A agricultura também pode fazer uso da M2M como, por exemplo, usando sensores para detectar e liberar a irrigação no momento e na quantidade ideais ou para identificar problemas com a saúde da plantação, permitindo a ação rápida para evitar perdas.

Rastreamento Veicular - monitoramento e segurança

O chip M2M oferece excelentes benefícios quando empregado para rastreamento de veículos, fazendo leitura de trajetos e mantendo a comunicação constante. Dessa forma, é possível monitorar de forma eficaz e ágil toda a frota de uma empresa, garantindo maior segurança, já que é possível acompanhar o caminho que está sendo feito e, em caso de algum problema, acionar setores da segurança.

Já em caso de roubo de algum veículo, o rastreamento permite encontrar o ativo com maior facilidade. Outras vantagens são: avaliar desempenho dos veículos e dos condutores; efetuar manutenção preventiva, aumentando a vida útil dos automóveis; gerar economia com combustível, traçando rotas mais inteligentes, etc.

Benefícios oferecidos pela tecnologia M2M 

São muitas as vantagens proporcionadas pela tecnologia Machine-to-Machine. A seguir listamos os principais. Acompanhe!

Segurança

A segurança em M2M envolve dois aspectos: a segurança dos colaboradores da organização e a segurança digital. 

A proteção cibernética se dá por meio de soluções apropriadas para identificar vulnerabilidades, minimizando riscos de ataques aos ativos, redes, equipamentos e dados organizacionais.

Já na segurança do trabalho, a comunicação Machine to Machine faz com que muitas medições e outras atividades que são realizadas em locais insalubres, com condições perigosas, sejam executadas de forma remota.

Aumento de produtividade

Acompanhar o desempenho individual das máquinas para melhorar a performance coletiva das linhas de produção nas fábricas sempre foi uma tarefa muito complexa, mas com o M2M, tornou-se mais eficiente e prática.

Com acesso a todas as informações sobre a produção, que ficam disponíveis nas redes, o gestor tem uma visão detalhada dos processos e dos componentes, permitindo o controle em tempo real, que é elemento-chave no aumento da produtividade.

Redução de custos

A comunicação sem fio entre os equipamentos permite baixar os custos de instalação e manutenção das redes. E por oferecer dados relevantes sobre a utilização das máquinas, permite diminuir consumos de combustível e de energia, por exemplo.

E já que diversas tarefas, anteriormente executadas por um colaborador, passam a ser realizadas de maneira automática pelas máquinas, o M2M também consegue reduzir custos.

Tecnologia M2M e banda larga na TNS

A TNS é uma empresa global de transmissão de dados, que possui mais de 1 milhão de dispositivos conectados somente no Brasil.

Oferecemos planos de conectividade de Banda Larga e M2M para conexão dos seus Sim Cards (chips), independentemente da operadora de telefonia escolhida:

  • Banda Larga – de 300mb até 20gb 

  • M2M – de 5mb até 100mb 


Sua aplicação é indicada para rastreamento veicular; pagamentos (POS); monitoramento e segurança residencial ou patrimonial; telemetria, soluções em IoT, entre outros.

A tecnologia M2M é uma realidade que contribui para um futuro promissor no crescimento sustentável da sua empresa, aproveitando as redes existentes e permitindo sua utilização em praticamente todo tipo de aplicação.

Se foi útil saber como a banda larga e a tecnologia M2M podem beneficiar seus negócios, aprimorando sua gestão de dados e reduzindo seus custos operacionais, entre em contato conosco

Aproveite também para conferir alguns conteúdos complementares ao tema em nosso blog – como os que selecionamos a seguir:

Como instalar rastreador veicular com segurança

Rastreamento em todo o Brasil conta com soluções da TNS

 

Deixe seu comentário, crítica ou sugestão

Ao acessar o nosso site, você concorda com o uso de cookies para analisar e produzir conteúdo e anúncios adaptados aos seus interesses. Leia nossa Política de Cookies.