Coronavírus: adeque o seu negócio para continuar funcionando

coronavírus

Coronavírus: adeque o seu negócio para continuar funcionando

O mundo foi pego de surpresa e, em pouco tempo, praticamente todos os países passaram a sofrer as consequências da pandemia causada pelo novo coronavírus. 

Neste artigo vamos explorar a Covid-19, entendendo de que maneira ela está afetando a economia, e de que modo é possível sobreviver à crise econômica trazida pelo novo coronavírus. Essas e outras questões serão respondidas no texto abaixo.

Acompanhe e saiba como manter seu negócio vivo e rentável, cortando gastos e utilizando a tecnologia certa, entre outras maneiras de driblar esse grande desafio que o mercado vivencia hoje. Boa leitura!

Novo coronavírus: o que já sabemos sobre esse grande vilão?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o novo coronavírus se espalha principalmente por gotículas de saliva ou secreção nasal quando uma pessoa infectada tosse ou espirra, por isso a melhor maneira de prevenir e desacelerar a transmissão é adotando hábitos como higienizar as mãos usando água e sabão ou álcool gel 70% com frequência; evitar tocar no rosto, no nariz e nos olhos; usar máscaras faciais; tossir e espirrar usando o cotovelo flexionado, entre outros. 

É bom lembrar que existe um grande número de pessoas assintomáticas, podendo transmitir o vírus, mesmo sem apresentar sintomas. Por isso é tão importante que as pessoas saiam apenas quando for estritamente necessário e, claro, tomando todas as precauções devidas para evitar a disseminação da Covid-19.

 

Mantendo o novo coronavírus longe da organização 

Muitas empresas estão mantendo suas atividades, seja em sistema de home office ou presencial.

No caso de trabalho remoto, as providências para prevenção ficam a cargo do próprio colaborador, no entanto, o trabalho presencial requer cuidados obrigatórios por parte das organizações. Listamos a seguir os principais.

Higienize todo o ambiente organizacional

Limpar as superfícies das mesas e estações de trabalho com desinfetante, regularmente, assim como todos os ambientes da empresa (banheiros, refeitórios, etc.), uma vez que a contaminação por esses meios são uma das principais formas de propagação do novo coronavírus. 

Também é importante espalhar dispensadores de álcool em gel (70%) em vários pontos da empresa, além de informar todos os colaboradores sobre os hábitos necessários para higienização – já citados anteriormente.

Outro ponto importante é evitar aglomeração, revendo a forma de realizar reuniões e outras atividades onde haja a presença de mais de uma pessoa.

Higienize todos os equipamentos

Da mesma forma que o ambiente de trabalho, todos os equipamentos usados para o desempenho das tarefas organizacionais – máquinas, carros, etc. – devem passar pelo mesmo processo de limpeza e higienização com a regularidade exigida para evitar contaminação.

Proteja colaboradores que fazem parte do grupo de risco

É muito importante afastar funcionários que tenham mais de 60 anos ou algum tipo de doença que os coloquem no grupo de risco do novo coronavírus – sempre respeitando as leis trabalhistas.

A importância dos testes para Covid-19

A melhor maneira de saber se existem pessoas contaminadas com o vírus é aplicando testes. Existe mais de um tipo disponível, sendo importante definir com especialistas qual o mais indicado para a empresa e estabelecer um programa de testagem que possa dar maior segurança a todos os colaboradores.

Impacto do novo coronavírus na economia mundial e local

A Universidade Nacional da Austrália, Brooking Institution, realizou um estudo* sobre os impactos da pandemia, prevendo a queda do PIB nas principais economias globais.  

Bolsas de valores pelo mundo já vêm acumulando quedas gigantescas e, diante das condições monetárias restritivas, o setor bancário deverá ter mais prudência na liberação de crédito. Também é dado como certo um aumento da dívida pública.

No Brasil, a estimativa de crescimento do produto interno bruto em 2020 caiu de 2,1% para 0,02%, em função da paralisação econômica que já vem causando grandes impactos. Essa é a previsão do Ministério da Economia, que ainda prevê outras consequências da crise gerada pela COVID-19: menor entrada de investimentos estrangeiros e saldo da balança comercial recuado (de US$ 41 bilhões para US$ 33,5 bilhões em 2020).

Em virtude de todos esses fatores, as empresas precisam buscar alternativas para continuar operando e mantendo-se competitivas, como as 7 dicas que listamos no próximo tópico.

Como dar continuidade ao seu negócio

Muito tem se falado que um novo normal surgiu, em referência às mudanças inevitáveis que já estão acontecendo e continuarão a ocorrer por conta do impacto do novo coronavírus na rotina das pessoas e das empresas. Confira as dicas para você enfrentar esse desafio da melhor forma possível.

1. Faça um planejamento considerando a situação atual

Negar a mudança que está ocorrendo não permitirá a superação dos obstáculos. Sendo assim, faça uma análise da situação atual de sua empresa e elabore um plano de ação com estratégias que sejam adequadas para o panorama atual.

Concentre-se em seus pontos fortes, privilegiando os projetos que geram maior renda e exigem menor esforço. Pense em como adaptar o trabalho já realizado, adequando-o às exigências atuais – um bom exemplo são os restaurantes que passaram a adotar o sistema de delivery, uma vez que as pessoas estão ficando mais tempo em casa. Crie um plano de curto, médio e longo prazo, considerando diferentes cenários. Melhor se preparar para o pior e se surpreender com o positivo do que o contrário.

2. Pesquise planos de apoio para empresas

Faça uma pesquisa e descubra se existem planos de apoio – em relação a crédito com juros menores, postergação de dívidas, etc. – que possam ajudar sua empresa neste momento.

3. Reforce seus canais online

O novo coronavírus ressaltou ainda mais a importância de estratégias online para os negócios. 

Segundo dados da empresa focada em e-commerce, Compre e Confie, somente na primeira quinzena de março houve um aumento de 40% das vendas online. E esses números não param de subir, demonstrando a tendência dos consumidores continuarem adquirindo produtos e serviços pela internet - saiba mais na matéria da Meio & Mensagem.

Na verdade, tudo indica que, mesmo após a pandemia do coronavírus, muitas organizações continuem a adotar o home office, fazer reuniões por videoconferência e, claro, ampliar suas estratégias digitais, seja para vender ou reforçar sua marca e sua presença junto aos seus consumidores e prospects.

Ou seja, não há como abrir mão dos canais online. E a boa notícia é que usar adequadamente as tecnologias pode reduzir custos e promover outras facilidades como maior agilidade, melhoria nos processos e maior produtividade.

Empresas que já adotavam estratégias digitais saíram na frente, adaptando-as às necessidades impostas pela crise provocada pelo novo coronavírus. Mas aquelas que não têm um planejamento online, precisam se movimentar com rapidez e estabelecer as ações necessárias para manter seu negócio vivo e, quem sabe, identificar novas oportunidades.

Quanto antes for traçado um plano personalizado, mais rapidamente virão os bons resultados!

4. Corte despesas

Grande parte das organizações não está com o fluxo de caixa ideal nesses últimos tempos, por isso é importante estudar a saúde financeira da empresa, buscando alternativas para que haja fundos que mantenham seu negócio saudável mesmo durante esse período de pandemia.

Fale com o gerente do seu banco e discuta as facilidades disponíveis; renegocie dívidas, postergando o pagamento; etc.

Reavalie todas as despesas e corte aquelas que não são fundamentais ou não agreguem valor à sua organização. Cancele serviços que são pouco utilizados, peça ajuda a equipe para encontrar meios de economizar e, claro, evite demissões.

Converse com os colaboradores, busque alternativas que estejam dentro das leis trabalhistas e se esforce para manter o time – certamente, essa posição se reverterá em benefícios, como aumentar a  motivação de todos que fazem parte da empresa.

5. Reforce a divulgação de seus serviços/produtos

É momento de reforçar a divulgação de seus produtos e serviços. Mas diante do novo coronavírus, humanizar sua marca é uma estratégia importante. 

Mostre que está seguindo todas as medidas de higienização e segurança; revele seu time e o esforço que estão fazendo para driblar as dificuldades; crie conteúdos interessantes em todos os formatos possíveis (texto, vídeo, áudio) e poste em seus canais de comunicação (site, redes sociais). 

Procure passar uma mensagem de otimismo, tão importante neste momento. E, se for possível, ajude a comunidade onde sua empresa funciona – não precisa expor as pessoas que estão recebendo ajuda, mas divulgar a iniciativa é essencial!

6. Faça promoções

Seus clientes também estão enfrentando o novo coronavírus e ser flexível quanto à forma de pagamento é importante para manter sua empresa competitiva – é melhor garantir entradas futuras do que nunca!

7. Aperfeiçoe a gestão de seu negócio

Mesmo que sua empresa esteja operando à distância, é preciso monitorar equipamentos, sistemas, rastrear sua frota, dispositivos e outros ativos. Com a tecnologia adequada esse acompanhamento pode ser feito remotamente, aperfeiçoando a gestão de seu negócio e permitindo a continuidade das atividades.

O novo coronavírus vem promovendo transformações substanciais na rotina organizacional. Mantenha o otimismo, o foco no resultado e conte com nosso apoio para superar esse momento sensível. 

Com acesso a informações relevantes será mais fácil manter seu negócio competitivo, por isso, acompanhe nosso Blog!

*Pesquisa, Universidade do Canadá, Brookings Institution

Deixe seu comentário, crítica ou sugestão

Ao acessar o nosso site, você concorda com o uso de cookies para analisar e produzir conteúdo e anúncios adaptados aos seus interesses. Leia nossa Política de Cookies.